O que é Acne?

Acne

O que é a acne?
A acne é o nome dados aos cravos e espinhas resultantes de um processo inflamatório das glândulas sebáceas e dos folículos pilossebáceos. As áreas mais atingidas são o rosto, peito, ombro, costas e os braços.

Embora não seja uma condição que ameace a vida, a acne pode ser bastante incômoda e até mesmo levar à deformação da face ou à ocorrência de cicatrizes.

A manifestação da acne está relacionada ao comportamentos de hormônios sexuais masculinos ou andrógenos encontrados tanto em homens quanto em mulheres. A elevação de níveis hormonais durante a adolescência  causa aumento das glândulas sebáceas da pele, existentes nas regiões nas quais a acne é mais frequente, fazendo com que a doença seja muito comum na puberdade. No entanto, a doença não é exclusiva dessa faixa etária, e pode atingir jovens e adultos com mais de 40 anos.

E como ocorre a acne? As glândulas sebáceas são conectadas aos folículos pilosos e produzem uma substância oleaginosa (sebo) que alcança a superfície da pele após seu esvaziamento através de uma abertura do folículo piloso. O sebo estimula as células da parede interna do folículo que, então, desprendem-se mais rapidamente e se agrupam formando um “tampão” na superfície da pele.

A associação de sebo e células propicia o crescimento bacteriano no interior do folículo. As bactérias em crescimento podem produzir substâncias que causam a ruptura da parede folicular. O sebo, bactérias e células descamadas da parede do folículo derramam-se na pele causando eritema (vermelhidão), edema (inchaço) e pus –  a famigerada “espinha”.

Como se manifesta?
Os sintomas da acne variam de acordo com cada pessoa e, na maioria das vezes, são de pequena a média intensidade. As manifestações são variadas e incluem:
• Comedões (cravos): folículos pilosos entupidos com sebo;
• Pápulas: lesões sólidas mais altas, com 5mm ou menos, arredondadas, endurecidas e eritematosas;
• Pústulas: lesões com contém pus;
• Nódulos: lesões caracterizadas pela inflamação, que se expandem por camadas mais profundas da pele e podem levar à destruição de tecidos, causando cicatrizes.
• Cistos: maiores que as pústulas, inflamados, expandem-se por camadas mais profundas da pele, podem ser muito dolorosos e deixar cicatrizes.
Classificação da acne

A acne pode ser classificada de acordo com sua gravidade:
• Acne Grau I – presença apenas de comedões (cravos), sem lesões inflamatórias (espinhas);
• Acne Grau II – comedões, pápulas e pústulas;
• Acne grau III – comedões, espinhas,  pústulas e cistos.
• Acne Grau IV – comedões, espinhas, lesões císticas maiores que podem se interconectar pela pele (acne conglobada), formando “túneis”.

 Como tratar?